Institucional

Histórico

Conheça a formação, evolução, a história da Tecnomapas através da linha do tempo. Confira os seus 20 anos clicando nos anos abaixo:

  • Primeira logo Tecnomapas

    1996

    Fundada em 11 de outubro de 1996, a Tecnomapas foi criada com o intuito de atender a demanda do mercado em geotecnologia. Enquanto o mercado brasileiro de geotecnologia ainda utilizada como padrão de trabalho apenas softwares CAD sem referência espacial, a Tecnomapas já trabalhava com cartas topográficas vetorizadas em tela, com referência de sistema de coordenadas e atualizadas com imagem de satélite georreferenciada.

  • Primeira sede própria

    1997

    Em 1997, foi feita a construção da sede própria, como resultado do crescimento acelerado e da repercussão da imagem positiva da empresa no mercado de geotecnologia.

  • Primeira base estadual

    1998

    Em 1998, a Tecnomapas produziu a primeira base estadual contínua totalmente digital do Brasil vetorizada a partir de cartas topográficas na escala 1:100.000 e atualizadas com imagem de satélite geoprocessadas. Essa base cartográfica permitiu a empresa firmar os primeiros contratos com instituições governamentais no Estado de Mato Grosso.

  • Digitalização das cartas oficiais

    1999

    No ano de 1999, a empresa digitalizou as cartas oficiais de vários Estados do Brasil após vencer licitação realizada pelo IBGE. Projeto de grande destaque nacional, tendo sido responsável pela conversão de aproximadamente 50% de todos os produtos digitais desse cliente à época. Ainda em 1999, iniciaram-se as primeiras atividades junto à produção de base cartográfica urbana, onde foi mapeada a capital de Mato Grosso, utilizando foto-aérea, vetorização de informações, levantamento de campo e cadastro.

  • Expansão da equipe técnica

    2000

    Em 2000 houve a expansão da equipe técnica com foco em desenvolvimento de sistemas, para atender a demanda crescente de Sistemas de Informação Geográficas.

  • Desenvolvido o primeiro sistema ambiental denominado “O Vigia”

    2001

    Em 2001 foi desenvolvido o primeiro sistema ambiental denominado “O Vigia”, para a Fundação de Meio Ambiente de Mato Grosso - FEMA. Esse sistema tinha a função de controlar o trâmite de processos e licenciamento ambiental da então diretoria de florestas do órgão. Em 2001 ainda, foi elaborada a Base Cartográfica Contínua Digital para o Estado do Espírito Santo.

  • Ampliação da sede própria

    2002

    O ano de 2002 foi marcado pela ampliação da sede própria. Além disso, a elaboração da Base Cartográfica Contínua Digital para os Estados do Amapá, Rondônia e Maranhão.

  • Oracle

    2003

    Em 2003 iniciou-se a parceria com a Oracle. E ainda, o desenvolvimento de software SIG (Sistema de Informação Geográfica) com seu funcionamento 100% na Internet.

  • Foram elaboradas as Bases Cartográficas Contínuas Digitais

    2004

    No ano de 2004 foram elaboradas as Bases Cartográficas Contínuas Digitais dos municípios de Santarém e Belterra no Estado do Pará e para os Estados do Espírito Santo, Acre, Santa Catarina e São Paulo (parcial).

  • 2005

    Em 2005, a Tecnomapas assumiu o desafio de desenvolver uma solução para o controle de produtos florestais no Estado de MT, em virtude da transferência da Gestão Florestal do Governo Federal para o Estadual, foi então desenvolvido o sistema SISFLORA para a recém criada Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Mato Grosso – SEMA-MT.

  • 2006

    No ano de 2006 o sistema SISFLORA foi implantado nos Estados do Pará e Rondônia e posteriormente em Maranhão (2008).

  • 2007

    Em 2007 foi implantado na SEMA-MT o sistema de licenciamento, monitoramento ambiental integrado, SIMLAM, que utiliza tecnologias de sistema corporativo e geoprocessamento, totalmente baseado em internet 2.0 e banco de dados corporativo. Em 2007 ainda, o sistema SIMLAM foi implantado nos Estados do Pará e Rondônia.

  • 2008

    Em 2008 foi iniciado o desenvolvido do sistema de controle de outorga de captação de água e lançamento de efluentes, o SISHIDRO, utilizando a mais alta geotecnologia somada à hidrologia para gerar os cálculos automáticos de vazão. Foi firmado ainda, contrato para desenvolver o sistema de integração de bases cartográficas, o GEOBASES. Esse sistema permite a produção cartográfica através de uma interface de geoprocessamento acessada via internet e com as principais ferramentas de desenho.

  • 2009

    Em 2009 foram firmados contratos com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – INCRA juntamente com os órgãos fundiários estaduais, para digitalização do acervo fundiário dos Estados do Pará e do Amazonas e ainda o desenvolvimento de um sistema para receber esses dados, denominado SIGLO, onde são lançados todos os limites de propriedades rurais.

  • 2010

    Em 2010 foi iniciado o desenvolvimento do primeiro sistema de licenciamento ambiental municipal para o município de Santo André-SP. Foi iniciado ainda, o desenvolvimento do sistema ambiental para o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal - IDAF no Espírito Santo.

  • Selo Comemorativo

    2011

    Esse ano a Tecnomapas completou os seus 15 anos de história. Ao longo desses anos foram implantadas diversas soluções tecnológicas das áreas de desenvolvimento de sistemas e de geotecnologia, que resultaram em projetos inovadores e satisfatórios junto aos clientes. Saiba mais sobre a nossa evolução! Veja a galeria de fotos.

  • 2012

    A Tecnomapas entrou no mercado de comercialização de carbono e pagamento de serviços ecossistêmicos, por meio do desenvolvimento da plataforma de negócios ambientais para o Instituto Ação Verde de Mato Grosso.

  • 2013

    A Tecnomapas, através de contrato com o TCE - Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, forneceu uma solução de geoprocessamento totalmente em nuvem e o serviço de obtenção de fotos aéreas através de VANT-Veículo Aéreo Não Tripulado, para fiscalização e acompanhamento das obras da Copa do Mundo, na cidade sede Cuiabá.

  • trofeu inoves

    2014

    O sistema SIMLAM- Sistema Integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental desenvolvido pela Tecnomapas implantado no IDAF, Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo recebeu o Prêmio Inovação na Gestão Pública (Inoves) na categoria “Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação”. Sendo esse um grande reconhecimento da qualidade dos produtos da Tecnomapas e da excelente administração do IDAF.

  • prefeitura 2015

    2015

    A Tecnomapas disponibiliza a Central de Cadastro Imobiliário para a prefeitura de Cuiabá com o objetivo de atender aos cidadãos para resolver situações referentes ao IPTU, ISSQN, ITBI. Essa atividade faz parte de um longo relacionamento entre a Tecnomapas e o governo municipal de Cuiabá, onde as tecnologias da empresa e a excelente equipe da Secretaria de Fazenda, permitiram que a arrecadação do IPTU do município aumentasse em 500% em cinco anos sem aumentar a alíquota de 0,4% a segunda menor entre as capitais brasileiras.

  • selo 2016

    2016

    A Tecnomapas nesses 20 anos de existência confeccionou as principais bases cartográficas digitais do pais, desenvolveu sistemas que se tornaram padrões nacionais como o SISFLORA e o CAR - Cadastro Ambiental Rural, além de sistemas de licenciamento ambiental, hidrológicos, fundiários, sistemas de informação geográfica, gestão urbana, dentre outros. Mas seu maior orgulho foi o de formar centenas de profissionais de geoprocessamento, tecnologia da informação, projetos, engenheiros florestais, recursos humanos e administrativos. nos Estados onde trabalhou, em especial em Mato Grosso que é a sua sede.

Voltar