Estrutura

Desenvolvimento de sistemas

Os profissionais da Tecnomapas realizam o verdadeiro desenvolvimento de sistemas, onde busca-se entender, antes tudo, quais os reais resultados que o cliente visa alcançar com a implantação de uma solução tecnológica.

Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas

Dessa forma, antes de se pensar em construir um software, deve-se realizar o desenvolvimento de um projeto que permita ao cliente alcançar seus reais objetivos. Muitas vezes, o cliente não busca um sistema com telas de entradas de dados e de saídas de documentos e relatórios, mas sim trabalhar de maneira organizada para aumentar sua produtividade, de forma integrada permitindo ganhar agilidade na troca de informações entre setores da instituição aumentando assim, a qualidade e velocidade dos trabalhos. Busca ainda, desenvolver suas atividades de forma colaborativa, onde vários atores internos e externos ao órgão possam contribuir com suas informações através de um sistema integrado e via internet. Nossos clientes buscam também dar transparência em suas atividades através da disponibilização de informações em portais públicos de internet, dentre outras necessidades.

Por isso, a Tecnomapas disponibiliza equipes exclusivas para cada cliente formando assim uma Fábrica de Software composta por profissionais especializados que estão 100% dedicados as necessidades do cliente.

Essas equipes exclusivas realizam as seguintes atividades:

 

Análise do Negócio
Análise do Negócio
Análise do Negócio
Análise do Negócio
Análise do Negócio
Análise do Negócio
Análise do Negócio
Análise do Negócio

Análise do Negócio 

A Análise de negócio é o conjunto de tarefas e técnicas utilizadas para trabalhar como elemento de ligação entre as partes interessadas, a fim de compreender a estrutura, políticas e operações de uma organização e recomendar soluções que permitem à organização atingir os seus objetivos.

Análise de negócios envolve a compreensão de como as organizações funcionam para realizar seus propósitos, e ainda a definição das capacidades que uma organização exige para fornecer produtos e serviços aos agentes externos. Isso inclui a determinação de metas organizacionais, como essas metas se conectam a objetivos específicos, estabelecendo as linhas de ação que uma organização deverá tomar para alcançar esses objetivos e metas, e definir como as diversas unidades organizacionais e as partes interessadas dentro e fora da organização interagem.

Na prática, é realizado o levantamento dos objetivos estratégicos a curto, médio e longo prazo por parte da equipe gestora do órgão. São levantadas ainda, as dificuldades que a equipe técnica/operacional do órgão tem para alcançar esses objetivos. São levantados também, os fluxos, procedimentos, regulamentações e legislação, documentos emitidos e ferramentas (softwares, planilhas e etc.) utilizadas pelo cliente.

Após essas atividades de levantamento, o analista de negócios, junto à equipe técnica da empresa, formula uma proposta de solução técnica, que é apresentada ao cliente. Depois dessa apresentação e da aprovação do cliente, é que realmente inicia-se a fase de produção do sistema. Ainda assim, o analista de negócios acompanha todas as fases seguintes do processo. Essa análise de negócios, muitas vezes, é realizada pelo próprio analista de sistemas ou gerente de tecnologia da informação.


Análise de Sistemas
Análise de Sistemas
Analise de Sistemas
Analise de Sistemas
Análise de Sistemas
Análise de Sistemas
Análise de Sistemas
Análise de Sistemas
Análise de Sistemas
Análise de Sistemas

Análise de Sistemas

Depois de compreendido o negócio do cliente, bem como a proposta da solução ser definida, inicia-se a fase de análise de sistemas. Nessa fase, o foco dos trabalhos são as definições das funcionalidades que o sistema deverá conter de forma a atender as necessidades do cliente.

Para tanto, é realizado o levantamento de requisitos do sistema, através de entrevistas junto aos interessados com o intuito de se conhecer quais são os documentos emitidos pelo órgão que serão inseridos no sistema, quais informações serão cadastradas, quais relatórios serão necessários, qual será a ordem de funcionamento do sistema dentro do fluxo de atividades da instituição.

Após o levantamento de requisitos, são viabilizadas as atividades de desenvolvimento do desenho do sistema, o qual é composto pelos protótipos de telas, regras de funcionalidades, formatação dos documentos a serem emitidos e conteúdo dos relatórios. Esse material é então validado junto ao cliente.

 

Programação de Sistema
Programação de Sistema
Programação de Sistema
Programação de Sistema
Programação de Sistema
Programação de Sistema
Programação de Sistema
Programação de Sistema

Programação de Sistema

Com o projeto do sistema concretizado, inicia-se a atividade de programação do sistema, que envolve transformar o desenho do sistema em software. Nesta etapa, o analista de sistemas/negócios repassa os requisitos do sistema e a documentação do projeto para que a equipe de programação inicie o processo de transformar o projeto em produto.

É neste momento, que são realizados os testes de sistema, cuja primeira fase é a elaboração de um plano de testes que visa averiguar se o sistema atenderá ao resultado esperado na análise de sistemas, se não apresenta erros de funcionamento, se possui a velocidade de resposta esperada e por fim se opera com a usabilidade adequada ao usuário, para que seja possível utilizá-lo de maneira intuitiva e para que o sistema tenha sua produtividade garantida no seu uso. Diversos outros testes são realizados de acordo com o plano de testes citado.

 

Design de Sistema
Design de Sistema
Design de Sistema
Design de Sistema

Design de Sistema

A forma gráfica deve estar intimamente alinhada com as funcionalidades dos sistemas. Por isso, a importância da equipe de designers, a qual busca criar botões, menus, barras, ferramentas, ícones e etc., ou seja, um design gráfico, de maneira elegante e agradável, mas que também atenda eficientemente os critérios de usabilidade, acessibilidade, ergonomia e ainda as funções necessárias do sistema para que haja maior agilidade pelo usuário ao manuseá-lo.

Outro grande objetivo do design do sistema é apresentar de forma organizada e sintetizada as informações do sistema ao usuário, permitindo assim assimilar uma grande quantidade de dados de forma rápida e eficiente.

 

Arquitetura de Sistema
Arquitetura de Sistema

Arquitetura de Sistema

Todas as definições realizadas na fase de análise de negócio do cliente, de análise de sistemas, de programação e da escolha do design devem vir acompanhadas de uma profunda análise com as escolhas corretas para a melhor arquitetura que comportará o sistema.

O arquiteto de sistema avalia as linguagens de programação, banco de dados, ferramentas, plataformas, bibliotecas, padrões, processos e ainda a qualidade de software e partir disso, aplica a melhor solução para que as necessidades apresentadas pelo cliente, de fato, sejam atendidas.

 

Análise e Desenvolvimento de sistema de Informação Geográfica (Geotecnologia)
Análise e Desenvolvimento de sistema de Informação Geográfica (Geotecnologia)
Análise e Desenvolvimento de sistema de Informação Geográfica (Geotecnologia)
Análise e Desenvolvimento de sistema de Informação Geográfica (Geotecnologia)

Análise e Desenvolvimento de sistema de Informação Geográfica (Geotecnologia)

Hoje, é impossível pensar em um sistema ambiental e fundiário que não esteja integrado a uma série de tecnologias que envolvam mapas e interação entre dados geográficos e banco de dados de sistema.

Porém, na prática essa é uma das atividades mais complexas a ser realizada, pois é necessário realmente entender que a parte geográfica do sistema deve ser vista como uma parte do sistema e não com um item 'acoplado'. Por isso, a primeira etapa antes de desenvolver o sistema é realizar o levantamento das necessidades da utilização de dados geográficos por parte do cliente. Constatando, quais os comportamentos do sistema que refletirão nos dados geográficos e vice-versa. E ainda, verificar quais são os dados geográficos que o cliente tem disponível e quais terão que ser produzidos pela equipe de Geotecnologia da Tecnomapas.

Após esse levantamento, é realizado então o projeto, com telas e protótipos que visam atender as necessidades do cliente. Esse material é validado pelos usuários do sistema e então disponibilizado para a fase de desenvolvimento.

O desenvolvimento de sistema de informações geográficas, completamente, integrado a sistemas computacionais e seus respectivos banco de dados envolve profundo entendimento de banco de dados espaciais (datum, sistema de coordenadas, interações espaciais como intersect, erase e etc., integridade de informações geográficas e assim por diante), bem como o desenvolvimento da camada de aplicação que permitirá ao usuário interagir através das telas de sistemas utilizando ferramentas de desenho e consulta de dados geográficos com o banco de dados do sistema computacional. Durante a fase de desenvolvimento é realizada ainda a inserção dos dados geográficos no banco de dados e as regras de alteração desses dados ao longo da utilização dos sistemas pelos clientes.

 

Documentação de Sistema
Documentação de Sistema

Documentação de Sistema

A documentação dos sistemas desenvolvidos segue padrões com linguagem simplificada, bem como arte gráfica compatível a cada projeto.

E, tem como objetivo principal apoiar a equipe de TI do cliente que assumirá o suporte aos sistemas desenvolvidos a realizarem essa tarefa de forma satisfatória. Dessa forma, são gerados documentos como manual do sistema, casos de uso e dicionário de dados.

 

 

 

Treinamento aos usuários
Treinamento aos usuários
Treinamento aos usuários
Treinamento aos usuários
Desenvolvimento de Sistemas
Desenvolvimento de Sistemas
Treinamento aos usuários
Treinamento aos usuários

Treinamento aos usuários

Nossos softwares são soluções tecnológicas corporativas que atendem a milhares de usuários em áreas distintas da instituição detentora do produto e por usuários externos. A forma mais eficiente de repassar o conhecimento sobre o uso da solução é através de treinamento ao usuário no seu ambiente de trabalho, para que ele possa já iniciar o uso do produto em produção real.

Para tanto, uma equipe de analista de suporte ao usuário fica locada nas instalações do cliente durante seu horário de funcionamento, dando treinamentos, tirando dúvidas e catalogando solicitações de alterações e defeitos, quando encontrados.  Os treinamentos em salas de aula são realizados somente no início do uso dos sistemas ou quando há um volume significativo de novos usuários na instituição.

 

Pesquisa e Desenvolvimento
Pesquisa e Desenvolvimento
Pesquisa e Desenvolvimento
Pesquisa e Desenvolvimento
Pesquisa e Desenvolvimento
Pesquisa e Desenvolvimento
Pesquisa e Desenvolvimento
Pesquisa e Desenvolvimento

Pesquisa e Desenvolvimento

Para garantir que as necessidades de nossos clientes sempre sejam atendidas, a Tecnomapas conta com uma equipe que trabalha exclusivamente com pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias e metodologias.

Essa equipe é quem oferece subsídios as Fábricas de Softwares de nossos clientes, garantindo assim que seus sistemas atendam as suas necessidades independentemente da tecnologia e/ou metodologia necessária para tal. Essa equipe trabalha ainda, com novas tecnologias que serão futuramente integradas aos sistemas dos clientes, mantendo-os sempre atualizados e eficientes.

Voltar